como cuidar de gato filhote

Como cuidar de gato filhote

Se você está preocupado e ainda não sabe como cuidar de gato filhote, fique tranquilo o que mais o seu gatinho precisa é de um dono (a) disposto dar amor e que seja responsável com ele ou eles caso você tenha uma ninhada.

Filhotes não são difíceis de cuidar, mas exigem uma atenção especial a algumas necessidades que os seus cuidados precisam saber.

Continue a leitura deste artigo e aprenda algumas dicas lhe ajudará a cuidar de seu gatinho filhote.

Alimentação de gato filhote

Essa é dos pontos que mais deixam em dúvida donos de gatos filhotes, o que dar para um gatinho comer ?

1°dica

Se possível não afaste o gatinho filhote da mãe antes dos dois meses de idade, essa é uma fase que os gatinhos estão muito vulneráveis e precisam estar perto da sua mamãe gata. Necessitam muito do leite materno, já após as oito o nove semanas na maioria dos casos já estão tomando agua e comendo ração bem.

2° dica

Mas a partir de 4 semanas pode-se introduzir alimentos mais sólidos, período que ainda mamam o leite materno.  No caso de complementar a alimentação com ração seca o ideal que seja uma ração especial para filhotes.

Mas, há vários tipos de comida pronta que você pode comprar para dar para seu  gato filhote, como ração em lata, pacotes e sachês. O meu gato quando era filhote eu dava ração seca de filhotes misturada com sachê de carne, ele adorava.

Nos primeiros dias que você   introduzir comida para seu gatinho  recomendasse que ofereça comidas mais úmidas, comidas enlatadas e os sachês. Afinal, o único alimento conhecido até então é o leite materno.

Porém,  tome cuidado para não deixar sobrar grandes quantidades nos comedouros dos gatinhos, esse tipo de comida estraga-se com mais facilidade. Nunca armazene a comida que sobrar na geladeira para dar para os bichanos depois, pode estar contaminada por bactérias.

Independe da ração que alimenta o  seu filhote certifique-se que ela contem todos os nutrientes necessários para a formação do seu animal.

Gatos filhotes precisam ser alimentados várias vezes por dia o seu estomago é muito pequeno e eles não conseguem comer muita comida de uma vez. Também  envolve o fato de seu organismo estar se habituando nova  alimentação.

Até   12 semanas de vida  precisam ser alimentados mais de 4 vezes por dia, período depois a 12 semanas até 6 meses precisam ser alimentados 3 vezes ao dia, e após esse tempo de 6 meses os gatos devem ser alimentados 2 vezes por dia.

Em geral como bebês que precisam se alimentar várias vezes por dia. O ideal é sempre deixar uma vasilha com uma pequena porção de comida para o gatinho poder petiscando aos poucos durante o dia.

Uma sugestão para complementar a dieta do seu gatinho é alimenta-lo com carne moída ou picada de  boi, frango ou peixe. Mas, como eu disse: é para complementar a dieta do seu bichano, não que a alimentação dele deve ser baseada em carne, pois somente a carne não oferece os nutrientes necessários para o desenvolvimento saudável do seu gato.

Leia este artigo para saber mais sobre alimentação de gatos.

Leite

Um alimento que é contra indicado para gatos que foram recém-desmamados e adultos  é o leite de vaca. Muitos gatos  tem intolerância a lactose e isso pode causar diarreia séria  e irritar seu estomago. O seu gato pode até morrer, uma diarreia forte desidrata o felino deixando mais fraco.

A intolerância a lactose surgi quando  o organismo dos  gatos após o desmame deixa de produzir uma enzima  chamada de lactase que digere a lactose. Imagine o desconforto você tentando ensinar seu gatinho a usar a caixa de areia e ele sofrendo de diarreia. Por isso, nunca dê leite para seu gato independe se ele é filhote recém- desmamado ou adulto!

Água

O único líquido que seu gatinho precisa é de água deixe disponível o tempo todo de fácil acesso a eles. Troque a água com frequência de preferência todos os dias   para sempre manter fresca, os gatinhos podem recusar tomar água parada por muito tempo. Use bebedouros com uma base larga para não virados com facilidade e não muito altos no caso de gatinhos filhotes.

 Ensinar seu  gato  usar a caixa de areia

Os gatos por instinto são animais limpos, mas é fundamental desde cedo ensina-los a fazer suas necessidades na caixa de areia para uma melhor higiene do ambiente circulado.

O primeiro passo é comprar uma caixa de areia ideal em um Pet Shop. O importante que  supra a necessidades do seu gatinho, a caixa não pode ser muito alta para que o bichano não tenha dificuldades em subir, mas compre uma que sirva para seu gato também na fase adulta, caso contrário você terá que adestrar o seu gato novamente na hora trocar  a caixa   que  ficou pequena para uma  maior.

Escolha uma areia fácil de ser encontrada, os felinos se acostumam com um tipo de  areia e  podem rejeitar usar a caixinha com outra areia diferente. Não use areia com aromas, isso pode causar irritação nas narinas e olhos do animal.

Coloque a caixa em um local tranquilo e calmo sem movimento de pessoas ou animais.Definido essas questões, apresente a caixa de areia para seu gatinho e leve na caixa todo dia pela manhã e logo após as refeições.

Quando ele conseguir usar a caixinha pela primeira vez elogie bastante e dê alguns petiscos logo saberá que é ali o local de fazer suas necessidades.  Para saber mais  leia o artigo Como ensinar seu gato a usar a caixa de areia.

 

Como cuidar da saúde do seu gato filhote

Até o período que seu gatinho está mamando ele está protegido de doenças pelo leite materno que oferece imunidade e não precisa de vacinas.

Mas, após o desmame  e separação da mãe é necessário levar o seu gato filhote ao veterinário para aplicação de uma série de vacinas básicas contra enterite infeciosa popularmente conhecida como a gripe dos gatos e também a vacina contra raiva.

Os vermes também podem deixar seu gatinho podem deixar seu gatinho para baixo doente. Por isso observe alguns sintomas como:  vomito, diarreia, falta de apetite, perda de peso e a barriga do animal pode ficar estufada. Apresentando esses sintomas consulte um veterinário para saber a dosagem correta de vermífugo a ser aplicada no seu gato.