Gato siamês: Tudo que você precisa saber agora !

O gato siamês é originário do Sudoeste Asiático   mais especificamente de  Sião hoje atual Tailândia, eram tidos como o gato da realeza e  criados em templos sagrados.

Mas, em 1844 foram levados para Inglaterra e de lá se espalharam para várias partes do mundo.

As características físicas dos primeiros exemplares desta  raça eram bem diferentes dos gatos conhecidos hoje, os gatos eram mais robustos com formas mais redondas, diferentes da característica elegante e longilíneo e da cabeça triangular dos gatos de hoje.

No Sião os gatos ficam reservados somente a família real  cuidadosamente guardados no palácio e no templo sagrado.

No entanto, em Londres no ano de 1871  foi realizada a primeira exposição de felinos no palácio de Cristal e foram apresentados dois exemplares da raça siamês.

Características do gato siamês

É preciso ressaltar  que existe gato siamês oficial e o extra oficial. A raça de padrão oficial é raramente vista no Brasil. O seu corpo tem uma estrutura fina é longilíneo, possui a cabeça triangular, um pouco mais  na altura dos olhos e na altura da pouca é mais fina. As orelhas são grandes e pontudas.

Essa é uma raça comum entre os criadores de exposições e pessoas que admiram essa estrutura distinta e charmosa.

O padrão extraoficial é mais conhecido entre nós, tem as orelhas menores cabeça redonda o porte mais cheio. Porém, a cor na se difere entre os padrões.

Cor do seu tronco formado por cores claras, que podem  variar   entre o braço acinzentado e o creme, pode ser possível também o castanho claro. Já as extremidades como cauda, focinho, orelhas e patas é comum coras mais escuras, como:  cor castanha bem escura quase preta, cor chocolate e raramente um lilás acinzentado.

Os seus olhos são azuis e pode acontecer de ver ser vesguinhos.

Comportamento

Ao gato siamês é um animal  que adora se comunicar com o seu dono sobre as suas necessidades, seus miados são altos e principalmente as fêmeas quando estão no cio seus miados e uivos são como de uma criança recém nascida.

O siamês conquistou o título de “Príncipe dos Gatos” pela graça dos seus movimentos e seu corpo elegante. Muitas vezes se comporta  mais como um  cão  do que um  gato  seguindo o dono por toda a  casa. Pode ser atado a coleira para passear.

È uma gato inteligente, carinhoso que gosta de ser acariciado no pescoço, fiel ao dono e também ciumento.Como todo gato o seu comportamento pode oscilar  forma incomum entre  uma grande frieza e algumas vibrantes manifestações de afeto.

A gata siamês quando entra no cio fica quase histérica . Pode sair correndo pela casa , arranhar e rasgar o que encontrar no caminho, rolar no chão e ficar gemendo e uivando.  A fêmea entra no cio nos cinco meses de idade antes das outras raças.

Cuidados   

É necessário escovar seu gato com frequência para retirada dos resíduos e poeira, mas principalmente dos “pelos mortos”  numerosos na fase da muda. A escovação deve ser feita com uma escova de dureza média para limpar a pelagem e depois com uma escova mais macia para alisar e manter a pelagem mais agradável.

Na questão da saúde o  gato siamês tem a saúde frágil devido a má formação do focinho, mais precisamente da parte inferior que é curto está propenso a ter obstruções nasais. Desenvolve com mais facilidade complicações nos rins, pode ter problemas para  urinar e desenvolver cálculos na bexiga.

Por isso, é necessário o acompanhamento de um veterinário e a prescrição de medicamentos.Apesar da sua saúde ser mais frágil que de outras raças  podem viver em média até 15 anos de idade , alguns bem cuidados vivem até  mais.